Ministère de la culture Inrap

Imprimir o programa

Select your region or print the program.

12 resultados
Alentejo, Beja, Mourão

Museu da Luz

Largo da Igreja de Nossa Senhora da Luz
7240-100 Luz Mourão

museudaluz.org.pt

O Museu da Luz (Luz, Mourão, Alentejo) afirma-se como singular espaço de cultura e de identidade. Erigido entre a aldeia da Luz e a margem do lago de Alqueva, é o espaço interpretativo das profundas alterações ocorridas neste território, decorrentes do aparecimento da barragem e da submersão de uma aldeia.

O próprio edifício em xisto, diversas vezes premiado, é de uma arquitetura marcante e perfeitamente integrada na paisagem.

Oficina

O teu pote
Como seria se tivesses um objeto exposto num museu? Como funciona todo o processo de exposição? Como chegam os objetos para ser expostos?
O museu da luz convida-te a descobrires as respostas a estas questões e ainda a criares o teu próprio objeto.
*Inscrição obrigatória, mínimo 10 pessoas

Acesso grátis

Domingo, 16 de junho de 10:00 à 12:30 et de 15:00 à 17:00 (Inscrição Obrigatória)Sábado, 15 de junho de 10:00 à 12:30 et de 15:00 à 17:00 (Inscrição Obrigatória)Sexta-feira, 14 de junho de 10:00 à 12:30 et de 15:00 à 17:00 (Inscrição Obrigatória)

Crianças, Famílias, Adultos, Todos os públicos, Estudantes

Estudantes

Pré-primária, Primária, 2.º e 3.º ciclo, Secundário

Centro, Coimbra, Coimbra

À descoberta da Aldeia abandonada de Invíbora

Praça 8 de Maio
3000-300 COIMBRA

https://www.cm-coimbra.pt/

O povoado de Invíbora, localiza-se na Rua da Invíbora / Rua Vale da Fonte, Loureiro, Cernache.
Conjunto de casas antigas em ruína, construídas com recurso a aparelho de alvenaria ordinária, de pedras descalibradas, com ligante de argamassa de cal aérea e areia do rio.

Este conjunto de casas compunham a antiga povoação da Invíbora ou Envíbora, inventariada na Carta de Sítios com Potencial Arqueológico e Outros Bens Imóveis de Interesse Patrimonial com o n.º 69 (Sítio arqueológico) do Plano Diretor Municipal de Coimbra em vigor.

Visita guiada

À descoberta da Aldeia abandonada da Invíbora
O percurso da atividade, inicia-se na Capela de Nossa Senhora das Neves, no Largo da Rua, Loureiro onde se fará uma breve exposição da atividade, que terá cerca de 1km de distância, até à Invíbora, local onde procuraremos mostrar o que resta da aldeia em ruínas abandonada, iniciando na fonte de mergulho.

Acesso grátis

Sexta-feira, 14 de junho de 14:30 à 16:00 (Visita guiada ao Público em geral)Sexta-feira, 14 de junho de 09:30 à 12:00 (Visita guiada alunos da EB1 de Cernache)

Todos os públicos

Estudantes

Primária

9h30m Visita guiada para um grupo de 50 estudantes do 1º ciclo da EB 1 de Cernache - Escola da Freguesia de Cernache

Não se aplica

Lisboa, Lisboa, Lisbon

Museu de Lisboa - Teatro Romano

Rua de São Mamede 3A
1100-532 Lisboa

https://www.museudelisboa.pt/pt/acontece/jornadas-europeias-da-arqueologia

Nos dias 15 e 16 de junho, o Museu de Lisboa - Teatro Romano comemora as Jornadas Europeias de Arqueologia de 2024, promovendo visitas e atividades para famílias. Amante da história ou simples curioso, em família ou com a turma da escola, venha descobrir os bastidores do património e da investigação arqueológica.
Esta iniciativa do Museu de Lisboa - Teatro Romano realiza-se no âmbito das Jornadas Europeias da Arqueologia, evento internacional coordenado pelo Institut National de Recherches Archéologiques Préventives (INRAP), que se realiza desde 2010.
A entrada é livre e a participação nas atividades não carece de inscrição prévia. Participe!

Conferência

Um italiano em Lisboa – Recortes da cidade por Antonio Nicolò Zito
Apresentação de livro Pop-Up sobre Lisboa

Acesso grátis

Todos os públicos

Oficina

Não, não, arqueólogos não escavam dinossauros!
Vem aprender com arqueólogos a descobrir o passado e perceber que afinal não vamos escavar um Tiranossauro! Esta oficina de escavação e laboratório, para fazer em família, desafia os mais jovens a serem arqueólogos por breves momentos.

Acesso grátis

Domingo, 16 de junho de 10:00 à 17:30 Sábado, 15 de junho de 10:00 à 17:30

Todos os públicos

Oficina

Os escribas de Lisboa
A exposição temporária do Museu de Lisboa – Teatro Romano conta-nos, entre outras histórias, a de Tiro, secretário de Cícero. Em época romana, dominar a arte da escrita não era para todos. Nesta oficina, experimenta-se desenhar letras e palavras, em tabuinhas de cera, como um verdadeiro escriba em Olisipo.

Acesso grátis

Todos os públicos

Exposição

Irisalva Moita – Fotografias de viagem
O interesse pelos edifícios de espetáculo clássicos e a escavação que realizou no teatro romano de Lisboa, terão levado Irisalva Moita a participar numa visita de estudo à Sicília, organizada pela Associação Portuguesa de Museologia em 1975.

Acesso grátis

Domingo, 16 de junho de 10:00 à 17:30 Sábado, 15 de junho de 10:00 à 17:30

Todos os públicos

Visita guiada

Dez histórias de liberdade - de escravo a liberto em época romana
Visita orientada à exposição temporária do Museu de Lisboa – Teatro Romano na qual são reveladas algumas histórias que tiveram palco neste mesmo cenário, há quase 2000 anos. Histórias de sobrevivência, adaptação, de felicidade e até de vitória no seio do império romano, um regime que que baseou o seu poder na subjugação do outro.

Acesso grátis

Domingo, 16 de junho de 16:00 à 17:00 Sábado, 15 de junho de 16:00 à 17:00

Todos os públicos

Lisboa, Lisboa, Lisboa

Centro de Arqueologia de Lisboa

Avenida da Índia
166 - 1400-207 Lisbonne Portugal

https://www.facebook.com/arqueologiadelisboa?locale=pt_PT

naugurado a 3 de Junho de 2013, o Centro de Arqueologia de Lisboa (CAL), equipamento da Direção Municipal da Cultura, é a sede operacional, polivalente e multidisciplinar, das competências legais e funcionais da autarquia em matéria de arqueologia.

Conferência

A Proto militarização“ na Pré-história da região de Lisboa. Os primeiros passos para a guerra intercomunitária
Dando continuidade ao trabalho desenvolvido pelo Centro de Arqueologia de Lisboa, nas comemorações do Jornadas Europeias de Arqueologia, este ano, em colaboração com o Museu Militar de Lisboa, apresentamos a conferência, “A Proto militarização“ na Pré-história da região de Lisboa. Os primeiros passos para a guerra intercomunitária”. Destinado ao público em geral. O evento decorrerá no Museu Militar (em Santa Apolónia), dia 15 de junho, às 10h30. Terá uma duração estimada de 1h 30m. Limitada à capacidade da sala, gratuito, mas sujeito a inscrição prévia.
Inscrições:
Tel. 218 172 180.
E-mail: centro.arqueologia@cm-lisboa.pt
Localização geográfica: R. Museu da Artilharia 51, 1100-366 Lisboa
38.712754537712904, -9.12461663585636

Acesso grátis

Sábado, 15 de junho de 10:30 à 12:00

Todos os públicos

Lisboa, Lisboa, Vila Franca de Xira

Núcleo Museológico Igreja do Mártir Santo

Rua Dr. Miguel Bombarda | 2600-194 Vila Franca de Xira

https://www.museumunicipalvfxira.pt/nucleos/galeria-77

Igreja localizada junto dos Bombeiros de Vila Franca de Xira

Visita guiada

Do Tejo à Montanha da Montanha às Leziras: a descoberta de uma paisagem milenar
Visita Guida à exposição patente no Núcleo Musueológio do Mártir Santo. A exposição fala sobre a ocupação humana no concelho de Vila Franca de Xira.

Acesso grátis

Sábado, 15 de junho de 15:00 à 17:00

Todos os públicos

Estudantes

2.º e 3.º ciclo, Secundário

Lisboa, Lisboa, Vila Franca de Xira

Passeios com História - Monte dos Castelinhos

Numa elevação sobranceira à Vala do Carregado

https://www.museumunicipalvfxira.pt/descobrir/patrimonio-historico/poi-70/monte-dos-castelinhos-75

Visita Guiada ao Sítio arqueológico do Monte dos Castelinhos.

Visita guiada

Passeios com História
Consiste numa caminhada até ao sítio arqueológico, onde depois haverá um enquadramento dos trabalhos arqueológicos desenvolvidos e um enquadramento histórico à epoca dos acontecimentos

Acesso grátis

Domingo, 16 de junho de 10:00 à 13:00

Todos os públicos

Estudantes

2.º e 3.º ciclo, Secundário

Lisboa, Lisboa, Vila Franca de Xira

Centro de Estudos Arqueológicos de Vila Franca de Xira

Rua da Fonte (Antiga Escola Básica das Cachoeiras)

https://www.museumunicipalvfxira.pt/nucleos/galeria

Antiga escola primária das Cachoeiras

Visita guiada

Centro de Estudos Arqueológicos de Vila Franca de Xira
Vsita Guiada pela exposição patante e pelas reservas arqueológicas.

Acesso grátis

Domingo, 16 de junho de 15:00 à 17:00

Todos os públicos

Estudantes

2.º e 3.º ciclo, Secundário

Norte, Braga, Barcelos

Barcelos

Largo do Município , 4750-323 Barcelos

https://agenda.barcelos.pt/evento/patrimonio-2827

Incluída nas Jornadas Europeias da Arqueologia, a caminhada, com visita guiada por alguns dos sítios arqueológicos e monumentos do concelho de Barcelos, é um desafio para os aficionados do património cultural.
Durante a manhã do dia 15 de junho, venha desfrutar da beleza natural dos caminhos calcorreados durante séculos por aqueles que legaram um valioso património.
Inscreva-se!

Visita guiada

Balneário Castrejo, monte do Facho e Capela de S. Lourenço - Barcelos - Visita guiada
Incluída nas Jornadas Europeias da Arqueologia, a caminhada, com visita guiada por alguns dos sítios arqueológicos e monumentos do concelho de Barcelos, é um desafio para os aficionados do património cultural.
Durante a manhã do dia 15 de junho, venha desfrutar da beleza natural dos caminhos calcorreados durante séculos por aqueles que legaram um valioso património.
Inscreva-se!

Acesso grátis

Sábado, 15 de junho de 09:30 à 13:00

Todos os públicos

Norte, Braga, Municipio de Esposende

Município de Esposende

Rua de São Lourenço, 4740, Vila Chã, Esposende, Braga

https://www.municipio.esposende.pt/centro-interpretativo-de-s-lourenco-cisl/

Considerando que “um cidadão esclarecido, é um cidadão ativo”, as Jornadas Europeias de Arqueologia’ 2024 de Esposende, que decorrerão de 14 a 16 de junho, darão a conhecer o projeto europeu SciArt, do programa Erasmus+, os trabalhos mais recentes ou em curso em diferentes sítios arqueológicos costeiros de Esposende e, inspirada na singularidade do património cultural do Castro de S. Lourenço, convida à descoberta de aves que habitam este povoado. A adesão do Município a este evento europeu enquadra-se nas metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU e na estratégia de valorização do património arqueológico do território concelhio.

Conferência

SciArt Porject | apresentação
Apresentação do projeto europeu SciArt, do programa Erasmus+, cujo objetivo é melhorar as competências dos alunos do século XXI, através de uma abordagem STEAM inovadora e inclusiva em artefactos do Património Cultural.
local Centro Interpretativo de S. Lourenço
público docentes | sujeita à lotação do espaço

Acesso grátis

Sexta-feira, 14 de junho de 14:30 à 17:00

Adultos

Estudantes

2.º e 3.º ciclo, Secundário

Oficina

Pela lente… um olhar sobre o Património!
Inspirada na singularidade do património cultural do Castro de S. Lourenço e sob orientação técnica de Carlos Rio, esta oficina de observação e fotografia de natureza convida à descoberta de aves que habitam este povoado.
local Castro de S. Lourenço
público geral | inscrição obrigatória até 13 junho
requisitos equipamento ótico (binóculos) + roupa adequada a caminhada

Acesso grátis

Domingo, 16 de junho de 08:30 à 12:30

Todos os públicos

Conferência

Arqueologia Marítima e Costeira de Esposende
Vamos dar a conhecer os trabalhos mais recentes ou em curso em diferentes sítios arqueológicos costeiros de Esposende, alguns até agora desconhecidos e desafiar os cidadãos a refletir sobre o seu papel.
local Forte de S. João Baptista
público geral | sujeita à lotação do espaço

Acesso grátis

Sábado, 15 de junho de 15:00 à 17:00

Adultos

Norte, Bragance, Miranda do Douro

Oficinas de Arqueologia Experimental

Rua Coronel Eduardo Beça
5210 – 192 MIRANDA DO DOURO

Oficinas de Arqueologia Experimental a realizar nas escolas do concelho de Miranda do Douro, de forma a sensibilizar a comunidade escolar para a temática arqueológica nas suas diversas vertentes. Pretende-se incentivar os jovens no conhecimento da sua história e da sua identidade, desde os primórdios da civilização. Serão realizadas oficinas de talhe, cerâmica, ourivesaria, entre outras.

Norte, Porto, Vila Nova de Gaia

Solar Condes de Resende

Travessa Condes de Resende, 110
4410-264, Canelas, Vila Nova de Gaia

https://gaiacultura.pt/pt/equipamentos-municipais/solar-condes-de-resende/

O Solar Condes de Resende é uma propriedade senhorial barroca, atualmente pertencente ao Município de Vila Nova de Gaia e dedicado à investigação do Património Cultural local.
Ao longo dos séculos pertenceu a famílias como os Baldaia, os Viscondes de Beire e, já no final do séc. XIX, aos Condes de Resende.
Visita recorrente da casa, aqui se viria a apaixonar Eça de Queirós pela sua futura esposa, D. Emília de Castro, irmã dos 5º e 6º condes de Resende, amigos de juventude do escritor.
Atualmente, encontram-se depositados no Solar diversos espólios municipais, de que se destacam parte maioritária da Coleção Marciano Azuaga e espólio arqueológico proveniente das principais escavações realizadas no território do Município.

Conferência

O Castelo de Gaia na Antiguidade Tardia
O Castelo de Gaia dispõe de vestígios arqueológicos que revelam uma longa presença humana no local desde a Idade do Ferro, com vestígios de particular relevância para a posterior transição do mundo romano para o medieval. Neste sentido, serão apresentadas comunicações por Andreia Arezes (FLUP/CITCEM), J. A. Gonçalves Guimarães (ASCR-CQ) e André Nascimento, Filipe Pinto, Mário Gonçalves e Sofia Soares (Empatia – Arqueologia, Conservação e Restauro Lda.), que abordarão a importância deste local durante o processo de difusão do cristianismo pelo Império Romano.

Acesso grátis

Sexta-feira, 14 de junho de 21:30 à 23:00

Todos os públicos

Norte, Viseu, Armamar

Menir de Fontelo

Vale de Naçarães 5110 - 323 Fontelo

www.cm-armamar.pt

O Menir do Fontelo é um exemplar raro e um dos mais altos do género na Península Ibérica. Provavelmente erguido no V milénio A. C., foi descoberto no ambiente rural de Fontelo, cujos terrenos integram a ‘terra quente’ e a região demarcada do Alto Douro Vinhateiro. As grandes dimensões do monumento - com os seus imponentes 5 metros e 32 centímetros de altura, 1 metro e 18 centímetros de largura máxima e 75 centímetros de espessura permitiram que fosse visto de muito longe, com certeza, um elemento ordenador do espaço envolvente. O levantamento de grandes pedras naturais, por vezes com forma fálica, deve-se às comunidades do Neolítico, quando adquirem novas técnicas e expressam práticas sócio-religiosas ligadas à domesticação de animais e fertilidade.

Visita guiada

Visita guiada ao Menir de Fontelo
Conhecer, valorizar, conservar e divulgar o património arqueológico

Acesso grátis

Sexta-feira, 14 de junho de 10:30 à 12:00 et de 00:00 à 00:00

Todos os públicos

-->